Biografia / Biography
José Rodrigues

José Miguel Vitória Rodrigues, natural de Rossio ao sul do Tejo (Abrantes).

Iniciou os seus estudos musicais na Escola de Música da Sociedade Instrução Musical Rossiense, prosseguindo os mesmos no Conservatório Regional de Tomar, onde frequentou o curso de saxofone, orientado pelo professor José António Lopes, tendo concluído o curso complementar de saxofone, na classe do professor Vítor Santos, no Centro de Formação Artística Gualdim Pais (Tomar).

Licenciatura em Música pela Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco. Licenciatura em Ensino Básico - variante de Educação Musical pela Escola Superior de Educação de Leiria. Frequentou de Pós - Graduação em direção de orquestra de sopros no Instituto Jean Piaget, em Almada.

Como docente tem lecionado em diversas instituições escolares oficiais e particulares, em níveis de ensino diversificados no que concerne ao ensino da música (Creches, Jardins-de-infância, escolas de 1 e 2 CEB, escolas de música de bandas filarmónicas, escolas de música do ensino artístico especializado e ensino profissional), facto que lhe permite ter uma abrangência, experiência e vivência muito grande do que é ensinar a arte musical, bem como estabelecer contato com diferentes realidades.

Enquanto formador já orientou ações de formação no âmbito do Ensino da Música em cidades como Penafiel (Portugal), Laranjal Paulista (São Paulo, Brasil) e Itajaí (Brasil), tendo proferido a palestra: "Um novo olhar sobre o ensino da música".

No âmbito da composição musical tem criado repertório original para orquestra de sopros e agrupamentos de música de câmara, sendo ainda autor de inúmeras canções infantis, as quais são amplamente utilizadas no domínio da sua atividade letiva (visando sempre a sua aplicação pedagógica). Possui obras já interpretadas no Brasil e em Espanha, além de Portugal.

Em direção de orquestra de sopros obteve formação com conceituados maestros sendo de destacar Alberto Roque, André Granjo, Délio Gonçalves, Henrique Piloto, José Manuel Ferreira Brito, José Ignacio Petit Matias (Espanha), Baldur Brönnimann (Suíça), Felix Hauswirth (Suíça), David Whithwell (EUA) e Lawrence Marks (EUA).

Enquanto maestro tem desenvolvido uma atividade regular na direção artística de diversas bandas filarmónicas: Sociedade Recreativa e Musical da Pedreira (Tomar); Associação Filarmónica Montalvense 24 de Janeiro (Constância) e Banda Filarmónica Mourisquense (Abrantes); é maestro e diretor artístico da Orquestra de sopros Academia Músicos de Abrantes. Tem participado em inúmeros eventos artísticos no domínio da música para sopros, sendo de destacar: Festival Musicam (Fondettes - Tours - França); 2º concurso internacional de bandas de música de Vila Franca de Xira; e mais recentemente como maestro convidado dirigiu em regime de estágio a Banda Municipal Laranjal Paulista - São Paulo (Brasil), em agosto de 2014.

Foi mentor e director artístico de projetos artísticos que visaram enriquecer a formação académica, cultural e social dos envolvidos e do meio local, nomeadamente: Oficina da Música - curso de jovens instrumentistas de sopros e percussão (Montalvo - Constância) e Estágios para jovens músicos de verão (Montalvo - Constância). Enquanto diretor artístico e musical da Orquestra de Sopros Academia Músicos de Abrantes (AMA), desenvolveu o projeto artístico: "Música do nosso tempo"; no âmbito das comemorações dos cem anos de elevação de Abrantes à categoria de cidade.

Professor convidado a lecionar uma aula aberta na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, em Leiria, com o tema: "Estratégias para a iniciação à leitura musical" (2016), no âmbito do projeto de investigação que tem desenvolvido de acordo com a temática.

É autor do livro de canções infantis: "Seis canções para crianças". É co-autor do livro: "El Gran Libro de la Interpretación Musical"; cujo autor e orientador é o maestro Francisco Navarro Lara.

É mentor, diretor artístico e musical do projeto PRIMEIRA AULA DE MÚSICA, acumulando com o cargo de diretor pedagógico da Escola de Música Itinerante PAM.

Associado da Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM) e meloteca Associação Cultural Educativa.

É professor das disciplinas de Formação Musical e Classes de conjunto no Conservatório de Música de Santarém.

É foundation membership da WASBE (world symphonic bands and ensembles), desde janeiro de 2019.